BODY COMPOSITION OF PRESCHOOL CHILDREN AND RELATION TO BIRTH WEIGHT COMPOSIÇÃO CORPORAL DE PRÉ-ESCOLARES E RELAÇÃO COM PESO AO NASCER

Esse estudo conduzido por Machado et al avaliou a relação entre a composição corporal de crianças em idade pré-escolar portadoras de excesso de peso e o seu peso ao nascimento (PN). Fizeram parte do estudo 479 crianças selecionadas por amostra probabilística, por conglomerados, de 17 creches de uma cidade do interior do Estado de São Paulo. Para identificar os pré-escolares portadores de risco de sobrepeso e de excesso de peso (sobrepeso ou obesidade), foi utilizado o escore Z de Índice de Massa Corpórea (zIMC) ≥ +1 e ≥ +2, respectivamente. Para analise de composição corporal foram verificadas a área muscular do braço corrigida (AMB) e a área gorda do braço (AGB) estimadas a partir das medidas de circunferência do braço e da dobra cutânea tricipital. O estudo mostrou uma prevalência de risco de sobrepeso de 22.9% (n= 110) e de excesso de peso de 9.3% (n= 44). Juntas, as crianças com risco de sobrepeso e excesso de peso não mostraram correlação entre o PN e a área gorda do braço, mas, sim, com a área muscular do braço corrigida (AMBc) (rP= 0.21; p= 0.0107). A análise só do grupo com excesso de peso também evidenciou correlação positiva entre PN e AMBc (rP= 0.42; p= 0.0047), o que mostra que nessas crianças com excesso de peso, um menor PN está associado a uma menor área muscular do braço no início da idade pré-escolar, independentemente da área gorda do braço que elas apresentem.

LEIA MAIS

REFERÊNCIA:
Machado TC et al.
Body composition of preschool children and relation to birth weight.
Rev Assoc Med Bras 2014; 60(2):139-144.
http://dx.doi.org/10.1590/1806-9282.60.02.011